sábado, 7 de abril de 2012

Motorzão Radial do Beechcraft, uma reliquia absoluta...


  Soltava uma fumaça preta, até aplumá os pistões, em radial, depois é claro de uma chupeta, com (04), quatro baterias, em série e paralelo, pois se não me falha a memória, os Beech são 24 volts. Motor pesado na arrancada, mas levinho depois...
  E, ia que ia, o bixo era bonito demais, quando o "Cabide" / piloto, dava manete, acelerava, ele travado no chão, balançava, igual a boi bravo, corcoviava que nem cavalo chucro". Era de dar gosto de ver, aquele gigante querendo ganhar os céus de Carazinho/RS.
 Uma vez, teve o campeonato sul brasileiro, de paraquedismo em Carazinho, ano 83. Veio Pqds, de tudo que foi parte deste Brasil, inclusive o "Pato", e feras, do EXTERIOR.
  Eu, tinha tanto afazeres, como secretário do aeroclube, que não dava tempo de ir para casa. Acabei dormindo dentro desse bixão ai, enrolado em alguns paraquedas, noite fria, e no outro dia passei, dobrando, um paraquedas atrás do outro, para as equipes saltarem.
                                                  Cabide e Mário na hélice esquerda...

Nenhum comentário:

Postar um comentário